coelho preto e branco

Sempre que falo sobre produtos veganos, cruelty-free ou livre de crueldades em algum post, recebo mensagens de pessoas confusas em qual a diferença entre eles… Pra mim, também demorou um tempinho para entender.

Apesar desses termos serem relacionados à animais, eles tem significados um pouco diferentes. Indo direto ao assunto.

 

Cruelty free significa que nenhum dos ingredientes, nem o produto final foi testado em animais.

Vegano significa o produto não tem nenhum ingrediente derivado de animais.

 

Simples assim.

Na teoria, se o produto é vegano, ele também deveria ser livre de crueldades, certo? E se ele é livre de crueldades, também deveria ser vegano? Nem sempre. E é ai que algumas coisas complicam e a confusão acontece.

O que é um produto cruelty-free e vegano?

É um produto que não foi produzido com nenhum ingrediente derivado de animais, nem testado em animais em nenhuma etapa.

Existem ótimas marcas que se declararam cruelty-free e veganas no Brasil, como: BAIMS, SimpleOrganic, Face It, Bioart, Surya.

Tem como um produto ser cruelty-free mas não vegano?

Sim! Isso significa que não teve nenhum teste em animais durante nenhuma das etapas, mas algum ingrediente é derivado de animais. Maquiagens e cosméticos podem conter diversos ingredientes derivados de animais, entre eles carmin (corante feito de insetos amassados), mel, cera de abelha, leite entre outros.

Algumas marcas brasileiras que não testam em animais mas podem ter ingredientes derivados de animais em alguns de seus produtos são Natura, Quem disse Berenice, O Boticário, Eudora e Vult.

E tem como um produto ser vegano mas não cruelty free?

Depende, mas a resposta curta é sim.

Dentro do conceito de veganismo, um produto vegano significa que nenhum animal foi utilizado na produção, nem explorado para o desenvolvimento daquele produto, logo se houve testes, o produto deixa de ser vegano.

Mas, como nada é tão preto no branco e o conceito pode não ser mal interpretado por quem não o conhece, consideramos que existem produtos  que são “acidentalmente” veganos.

A pasta de dentes por exemplo, não tem nenhum ingrediente animal na fórmula, mas pode ter sido testada em animais. O mesmo com o cigarro e alguns produtos de limpeza.

 

Se nesse momento você esta achando tudo isso complicado e estressante eu vou simplificar um pouco, assim você não vai precisar fazer pesquisas extensivas sobre as marcas ou entender sobre todos os ingredientes no rótulo: certificações.

Produtos cruelty-free e/ou veganos geralmente carregam o selo das certificações, que são esses abaixo.

certificações veganas

 

As certificações são uma ótima maneira de saber onde a marca se encaixa, se ela tem o selo vegano, significa que também não testam em animais, pois seguem as regras das entidades que fornecem as certificações.

Se você estiver afim de se aprofundar um pouco mais em marcas que assumiram compromisso com o meio ambiente e com os animais, eu coloquei no ar uma lista que cobre marcas veganas, cruelty-free e até mesmo orgânicas.

Então, em resumo…

  • Cruelty-free significa sem testes em animais
  • Vegano significa sem ingredientes animais
  • Produtos podem ser veganos e cruelty-free
  • Produtos podem ser cruelty-free mas não vegano
  • Produtos podem até ser veganos, mas não cruelty free.
– Em dúvida sobre cosméticos orgânicos e naturais? Entenda aqui.
Share: