Todo mundo sabe que veganismo é um estilo de vida contra todo e qualquer sofrimento animal.

Mas uma dieta à base de plantas tem se mostrado cada dia mais eficiente em combater doenças, ter uma vida mais saudável e sustentável.

Graças a internet, temos mais acesso a informação e a chance de se conectar com pessoas em diversas partes do mundo dividindo suas vidas à base de plantas e longe de sofrimento animal.

Bill Clinton, Miley Cirus,  Mike Tyson, Ariana Grande… várias celebridades tem vindo a público se declarando veganos.  Aproximadamente 50% da população Ocidental está tentando diminuir o consumo de carne e quinto dos estudantes se dizem vegetarianos ou veganos.

É definitivamente um estilo de vida em ascensão, e por um bom motivo.

Se você ainda não se rendeu as maravilhas desse estilo de vida, aqui vão alguns motivos que podem te inspirar.

 

 

Faz bem pra sua saúde.

Esse estudo mostra que se alimentar à base de plantas, com baixo teor de gordura pode reverter doenças do coração.  Veganos tem menos chances te ter colesterol alto, diabetes tipo 2 e pressão alta.

Frutas e vegetais previnem doenças e tem uma concentração alta de vitaminas e minerais necessários.

Uma dieta bem planejada alem de suprir suas necessidades, vai te dar mais energia, evitar doenças e te deixar com uma pele linda.

Comer carne vermelha e leite são associados com cancer e doenças do coração e o uso indiscriminado de antibiótico e hormônios de crescimento em animais faz mal para o nosso organismo e faz crescer a resistência virus que ameaçam a nossa saúde como o H1N1.

 

É mais fácil de perder e manter o peso.

Veganos são em média, 10 quilos mais leves do que onívoros e fazem parte do grupo que tem mais facilidade de se manter dentro do IMC recomendado.

Sendo honesta, se você esta comendo muitas frutas e vegetais, você vai se sentir saciado com alimentos saudáveis e acabar não comendo tanta coisa ruim para o seu corpo.

Isso significa que você vai ter uma maior facilidade para perder e manter seu peso do que se estivesse comendo carne e derivados de animais pois são alimentos com alta densidade de calorias e gorduras.

Apesar de me exercitar todos os dias pela manhã, antes de virar vegana eu estava sempre fazendo regimes para emagrecer. Depois de virar vegana, perdi mais de 15 kg sem comprometer minha saúde – ou passar fome.

 

 

Faz bem para o meio ambiente.

O cultivo de animais é a maior causa de poluição do meio ambiente.  É a principal causa dos gases do efeito estufa, de uso de terras (estima-se que 30% de toda terra disponível no mundo seja usada para o cultivo de animais e grãos para os mesmos), de degradação do meio ambiente, de poluição da água, do ar e do desmatamento de mata nativa e extinção de espécies.

Se você ainda não viu esse vídeo onde a Gisele se emociona com o desmatamento da Amazônia, você deveria ver e se emocionar junto.

Precisa-se de 15 kilos de grãos para produzir 1 kilo de carne de vaca e 5 kilos para 1 kilo de carne de frango. Aí que entra o desmatamento: a Amazônia está sendo desmatada para produzir grãos para alimentar e criar esses animais.

Só no Brasil, 5.6 milhōes de acres são destinados a plantação de grãos para alimentar animais.  E esse é só um dos casos.

Consumir carne e derivados chega a produzir 1000% a mais de gases do efeito estufa do que uma alimentação à base de plantas. Resumo: comer seus vegetais pode ajudar a salva o planeta 🙂

 

 

Contribui para resolver o problema de fome no mundo.

Aproximadamente 1/7 da população global é malnutrida e 6 milhōes de crianças morrem de fome todo ano. Usamos metade da nossa produção de grão alimentando animais para o abate, o que torna a produção de carne ineficiente para alimentação global.

É um desperdício de recursos naturais como terra, água e energia que poderiam estar sendo utilizadas diretamente para nutrição humana.

Em fato, analises da agricultura global concluem que se utilizássemos a mesma terra que hoje está sendo utilizada pela industria agropecuária para alimentação humana, conseguiríamos alimentar mais 4 bilhōes de pessoas.

 

 

Você economiza dinheiro.

Deixa eu adivinhar: Te disseram que veganismo é elitista?

Grãos, frutas e vegetais custam menos que carnes, derivados e processados. Com o preço da carne, é possível fazer uma compra generosa na feira. Opte por produtores locais, feiras e tente descolar um desconto com o produtor/fazendeiro comprando com ele toda semana.

Comidas processadas veganas podem ser caras, mas nesse ponto você já deve ter entendido que o importante é dar prioridade a alimentos naturais.

A Alana Rox tem vários programas em seu facebook e website ensinando a montar um cardápio delicioso, nutritivo e variado com apenas 50 reais por semana. Você provavelmente vai gastar um pouco mais de tempo cozinhando, mas os benefícios pra sua saúde fazem valer a pena. Eu gosto de cozinhar grandes quantidades e congelar, salvando tempo no futuro.

 

Você deixa de apoiar crueldade contra os animais.

Se você ama os animais e acredita na liberdade, isso já é motivo suficiente pra deixar de consumir carne e produtos derivados de animais. A indústria tem práticas cruéis de exploração e o tratamento dos animais é desumano. Se você ainda acredita na vaquinha feliz da caixinha do leite, Cowspiracy e Forks Over Knives vão te dar a real perspectiva.

Animais não são recursos e não existem simplesmente para nos satisfazer. Eles tem consciência, são inteligentes, sentem medo, dor e entendem o que se passa ao redor deles, eles só não podem se comunicar. Em fato, porcos são mais inteligentes que o seu cachorro!

Precisamos esquecer esse pensamento egoísta, centralizado e encarar a vida como um todo e demonstrar mais compaixão com os seres que dividem a terra conosco.

 

 

 

Com essa lista fica difícil de contestar os benefícios em sua saúde, no seu bolso, no seu corpo, no meio ambiente e na sua consciência. Vamos incluir mais vegetais ou mesmo virar vegano?

 

(Desculpa pelos estudos estarem todos em inglês, mas como vocês devem imaginar, achar esses estudos em português é praticamente impossível. Espero que entendam <3 )

Share: